JAPÃO

Geral: O Japão é um país insular da Ásia Oriental. Localizado no ​Oceano Pacífico, a
leste do Mar do Japão, da República Popular da China, da Coreia do Norte, da ​Coreia
do Sul e da Rússia, se estendendo do Mar de Okhotsk, no norte, ao ​Mar da China
Oriental e Taiwan, ao sul. Nas três décadas de desenvolvimento econômico após 1960,
o Japão ignorou os gastos militares em favor do crescimento econômico,​ assim
permitindo um rápido desenvolvimento conhecido como ​milagre econômico japonês.
A bolha econômica estourou quando a Bolsa de Valores de Tóquio quebrou em
1990-92 e os preços das propriedades imobiliárias tiveram seu pico em 1991.


Sociedade e Meio Ambiente: Como um ​país insular ​montanhoso e vulcânico, o Japão
possui recursos naturais inadequados para apoiar sua economia crescente e grande
população e, portanto, exporta bens nos quais há uma vantagem comparativa, tais
como produtos industriais da ​engenharia, ​pesquisa e desenvolvimento em troca
da importação de matérias-primas e petróleo. A agricultura e a pesca eram os
melhores recursos desenvolvidos, mas apenas com anos de grandes investimentos e
trabalho. O país, portanto, construiu suas indústrias de manufatura e processamento
para converter matérias-primas importadas do exterior. Esta estratégia de
desenvolvimento econômico necessitava do estabelecimento de uma forte
infraestrutura econômica para fornecer a energia, transporte, comunicações e
conhecimento tecnológico necessário. Depósitos de ouro, magnésio e prata ajudam a
suprir as demandas industriais, mas o Japão é dependente de recursos estrangeiros
para muitos de seus minérios essenciais para a indústria moderna.


Rio 92: A conservação da diversidade biológica é uma área importante da cooperação
internacional. Sobre a proteção da camada de ozônio, a delegação do Japão promete
se esforçar para antecipar e acelerar a eliminação gradual de substâncias que
empobrecem a camada de ozônio no ano de 1996, e, além disso, irão procurar traduzir
em ação a declaração de princípios sobre a conservação das florestas. Na data da
Conferência, a emissão de CO2 do Japão, que produz cerca de 14% do PIB mundial é
inferior a 5% e sua emissão de SOx representa apenas 1% do total mundial. A
delegação afirma que a prosperidade que o Japão alcançou com a utilização dos
recursos da Terra faz com que o mesmo desempenhe um papel de liderança nos
esforços internacionais para o meio ambiente e o desenvolvimento. Em virtude do
tamanho socioeconômico japonês afetar muito o meio ambiente global, o Japão
considera como responsabilidade internacional esse engajamento. Além disso, o
Japão deseja contribuir para a preservação das florestas, águas e atmosfera da terra e
para aumentar a capacidade dos países em desenvolvimento de enfrentar as questões ambientais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s