O que foi 92?

Oi gente, hoje é um daqueles posts relampagos que não estão no cronograma mas são importantes demais da conta!

Hoje vamos falar um pouquinho do contexto do ano em que ocorreu a cúpula do Rio, 1992. Apesar da temática ambiental ser muito importante (até os dias de hoje) temos que ter sempre em mente o fato de que tudo o que será discutido aconteceu no ano de 1992. E o que será que tava rolando nessa época? Segue o fio pra descobri um pouco mais:

Sobre o contexto global é importante saber que a famosa Guerra Fria, que foi bem resumidamente um conflito ideológico entre os EUA (capitalista) e a União das Repúblicas Soviéticas (socialista), que dividiu o globo entre esses sistemas e causou grandes momentos de tensão (como a Crise dos Mísseis), terminou no ano de 1991, ou seja MUITO perto do ano da nossa conferência. Por isso é válido lembrar que alguns países do lado “vencido”, ou seja do lado socialista, podem ter algumas dinâmicas diferentes do modelo que estamos acostumados, como por exemplo a posição de Cuba. Além disso é importante ressaltar o alto poder dos EUA na época.

Devido ao fim da Guerra Fria e da luta ideológica, os países ampliaram seu leque de questões a serem resolvidas e foi por devido a isso que a questão dos problemas ambientais ganhou tanta força e apelo internacional. Outras questões também passaram a ser levadas em conta, como a questão do combate as drogas e, posteriormente o terrorismo. Assim todos esses novos temas se mostram de alta relevância para o ano de 1992.

Algumas dinâmicas específicas tem de ser levadas em conta, como por exemplo no continente Europeu, se tem o estabelecimento e a formação definitiva da União Europeia (como conhecemos hoje), a qual foi estabelecida mediante a assinatura do Tratado de Maastricht em fevereiro de 1992. Essa formação de um bloco regional de países, apesar de muito recente, impactou nas discussões da Rio 92, quem quiser saber mais, os dossiês dos países europeus, principalmente o de Portugal falam bastante sobre isso.

Outra região que merece destaque é a América Latina, a grande maioria dos países dessa região tinha saído de regimes ditatoriais a menos de 20 anos, a redemocratização e a busca por um lugar no Sistema Internacional, além da resolução de questões internas ainda eram uma questão a ser debatida. Um claro exemplo disso era o Brasil, país sede da Rio 92, que buscava uma renovação de credenciais no Sistema Internacional meio que para se redimir do período ditatorial e para se inserir nele como um ator capacitado e de importância, foi por isso que sediou a convenção e buscava um papel mais ativo na resolução de problemas dessa nova temática.

Bom, basicamente esse foi um resumão das break news de 92, qualquer dúvida sobre qualquer tópico, entre em contato com a gente! Falta só 11 dias e ai, ansiosos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s